Resenha Filme: Os Filhos da Guerra (Europa Europa) Agnieszka Holland

Resultado de imagem para Filme filhos da guerra

O filme é baseado no livro de Salomon Perel e narra a sobrevivência do mesmo durante a Segunda Guerra Mundial. O jovem nasceu em 20 de abril de 1925. De família judaica, o rapaz vivia na Alemanha em meio à uma onda crescente de violência e antissemitismo.

O filme começa na Noite dos Cristais, que por coincidência era o Bar-Mitzva (festa judaica que comemora a maioridade da pessoa na religião) de Salomon.

Resultado de imagem para Noite dos cristais

Imagem da destruição causada na Noite dos Cristais em 1938.

A Noite dos Cristais foi um ataque aos judeus na Alemanha nazista, em que a população invadiu e saqueou lojas e casas de judeus. E nesse dia a irmã de Salomon – Bertha é assassinada.

A partir desse acontecimento a família decide mudar-se para Lodz na Polônia. Quando os nazistas invadem o país e firmam o pacto de não agressão com a União Soviética, a família decide que Salomon e Izaak precisam fugir rumo ao leste.

Nesse percurso o protagonista se separa de seu irmão e é resgatado pelo Exército Bolchevique e dessa forma ele é levado para um orfanato e lá ele se tornou um exímio comunista. Posteriormente, Salomon vai para um Konsomol (união da juventude do Partido Comunista, seria uma escola que formaria os líderes).

Essa parte é bem interessante, pois retrata a lavagem cerebral realizada pelos soviéticos. Quando um garoto polonês diz que Deus existe, este é encorajado a pedir que caia bombons do céu para Deus – não cai nada. Posteriormente, a professora pede que ele peça que caia bombons do céu para Stálin – cai uma chuva de chocolates.

Posteriormente, a Alemanha nazista invade a União Soviética e Salomon e seu grupo são capturados e o protagonista se salva milagrosamente. O exército de Hitler precisava de tradutores e o rapaz falava alemão e russo.

As cenas em geral são muito bem feitas e mostram realmente como era a realidade nesse período. Uma parte que me tocou muito foi um judeu tentando se passar por armênio e os alemães vêem que ele é circuncidado.

Salomon milagrosamente vai parar na Juventude Hitlerista e é adotado por um alemão antissemita convicto, se tornando Josef Peters, apelido Jupp.

Imagem relacionada

Salomon na Juventude Hitlerista. Imagem de divulgação. 

A circuncisão era um problema recorrente para Salomon, pois era a única evidência existente da origem judaica do rapaz. Ele chegou a passar pelos testes raciais, que pretendiam detectar não arianos (medição de cabeça, de nariz, de olhos, etc.).

Os pais de Salomon vão para o gueto de Lódz, as cenas que mostram o local são bem feitas, retratando a miséria e a sujeira. Não vou contar mais senão a obra perderá a graça, vale a pena assisti-la.

Resultado de imagem para Gueto de Lódz

Imagem do gueto de Lódz. 

O filme é bem feito se considerarmos que foi feito na década de 90, porém achei que a atuação dos atores não foi das melhores. Algumas cenas estavam um pouco forçadas. No entanto, o filme é bom por retratar uma história real de um período tão triste.

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha Filme: Os Filhos da Guerra (Europa Europa) Agnieszka Holland

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s