Resenha: Filme O Destino de um homem (Subda Cheloveka/URSS)

Filme soviético lançado em 1961, no governo de Nikita Krushchov,  uma obra nacionalista que tinha como principal objetivo unir a nação em torno de um efeito importantíssimo: A vitória soviética sobre a Alemanha nazista, além de enaltecer os feitos individuais da população no conflito.

O filme é de Sergei Bondarchuk, que também atua como ator, representando o protagonista Andrey Sokolov: Um cidadão comum da União Soviética, que passou por diversas atrocidades em sua vida.

Sokolov foi escravo em 1922, no período do Holodomor, nome atribuído a fome de caráter genocida cometido por Stálin, que devastou a Ucrânia no período de 1922-1923. O governo soviético forçou a coletivização do campo e confiscava toda a produção de alimento. Há quem diga que esse triste episódio deveu-se a problemas de logísticas e administrativos, outros especialistas dizem que foi uma maneira de controlar o campesinato. Esse fato aparece na obra como uma crítica ao stalinismo, apesar de discreta.

O rapaz posteriormente se apaixona por uma órfã, se casa, tem duas filhas e um filho. Quando a União Soviética foi atacada pela Alemanha Nazista, Sokolov é convocado a servir ao país. Ele vai a guerra, serve como motorista, e é capturado pelos nazistas.

A partir disso começa uma tragédia atrás da outra. Em um dos momentos ele é colocado junto com um grupo de prisioneiros em uma igreja bombardeada, eles são proibidos pelos alemães de sair. Um rapaz do grupo entra em desespero, porque necessitava urinar e não queria profanar o local sagrado para ele. Esse é um ponto importante, mostrando que apesar de toda a propaganda bolchevique contra a religião, ela não desapareceu.

Posteriormente, Sokolov vai para um campo de concentração onde trabalha como escravo em uma fábrica, depois em uma mina e termina por cavar valas na Bavária.
As cenas que mostram o protagonista na mina é bem dramática. Todavia, sabemos que não era fácil viver naquelas condições desumanas, realizando trabalhos pesados com um mínimo de comida.

Não gostei muito das atuações dos atores que representaram os nazistas, achei que em muitos momentos eles forçaram, beirando ao ridículo. As cenas são muito bem feitas, principalmente os bombardeios com efeitos especiais de altíssima qualidade,a fotografia muito realista se considerarmos a época. Particularmente, gostei muito da atuação da criança no final (não vou contar senão será spoiller).

O Destino de um homem não é um dos melhores filmes soviéticos na minha opinião, mas cumpre com o papel de denúncia dos efeitos da guerra e do stalinismo na vida de pessoas comuns.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Filme O Destino de um homem (Subda Cheloveka/URSS)

  1. Oi Danilo, talvez você não tenha visto, mas na primeira página do meu blog está escrito: Psicanálise, Sociologia e História. As obras analisadas (filmes ou livros) tem esse enfoque. Se você quer uma resenha maias técnica (luz, cores, atuação de personagens) teu lugar não é aqui. Como possivelmente, você seja a reencarnação do Sergei Eisenstein (risos), sugiro que você faça um blog e fale a respeito do som e da fotografia! Mostre para uma humanidade o quanto você é genial e o quanto as pessoas precisam evoluir em comparação a você (risos). Quanto ao que é resenha segue o link da PUC: http://pucrs.br/gpt/resenha.php.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s