Resenha: Filme O Segredo dos seus olhos

São os olhos que dizem o que o coração sente.
Pensamento rabínico

O que dizer de um filme tão espetacular? Posso afirmar que a minha resenha não chegará nem perto da genialidade dessa obra, que foi dirigida pelo argentino Juan José Campanella.

Para compreendermos melhor, o filme se passa em 1974, no governo de Isabel Perón, que tinha ações constantes da Tríplice A (Aliança Anticomunista Argentina), que recrutava criminosos para combater o comunismo no país.

Resultado de imagem para Tríplice A Aliança Anticomunista Argentina

Rodolfo Eduardo Almirón chefe da Organização Terrorista Tríplice A (Aliança Anticomunista Argentina)

A película começa com um close nos olhos de uma moça. Posteriormente, o trem sai da estação e a jovem corre atrás dele. Percebemos a partir dessa cena que a história versa sobre um possível amor que ficou pendente no passado.

Espósito é o protagonista da narrativa e está tentando escrever um livro baseado em suas memórias. Ele é um oficial de justiça aposentado, que ficou muito obcecado em resolver um crime brutal que aconteceu em 1974.

O cineasta alterna a história com várias digressões, por isso o filme perde o caráter policial.

Era um dia normal de trabalho e coube a Espósito averiguar um assassinato brutal que tinha acontecido em Buenos Aires.

Nesse ínterim não compreendemos que seria algo relevante na trama. Quando a personagem chega ao local a câmera fica mais lenta e vemos o choque que ele toma ao ver a cena…

A jovem assassinada e estuprada se chama Liliana Colloto, tinha 23 anos e era casada com Ricardo Morales. Percebemos rapidamente que Espósito se identifica com a dor do rapaz.

Resultado de imagem para Liliana Colotto

Liliana Colloto jovem de 23 anos é assassinada violentamente. Imagem de divulgação. 

Quando ele vai a casa do viúvo começa a ver as fotos da jovem percebe algo estranho, um olhar obcecado de um jovem chamado Isidoro Gómez em relação a moça. Automaticamente, o protagonista desconfia do rapaz e passa a procurá-lo.

Posteriormente, o caso é arquivado por falta de provas, porém Espósito insiste em manter o caso aberto, devido a enorme identificação que sente por Ricardo.

O protagonista e seu amigo e assistente Sandoval conseguem convencer sua chefe Irene, por quem ele nutre uma grande paixão, a reabrir o caso.

Nesse ínterim Espósito segue fazendo de tudo para encontrar Isidoro que fugiu de Buenos Aires ao perceber que estava sendo investigado. O rapaz foi condenado posteriormente, graças a uma manobra muito inteligente de Irene.

No entanto, o assassino passa a trabalhar para o governo delatando comunistas na prisão, ganha uma anistia e sai livre. Essa parte da história é realmente muito triste.

Resultado de imagem para o segredo dos seus olhos

Isidoro Gómez começa a trabalhar para a Tríplice A ( Aliança Anticomunista Argentina), delatando comunistas na prisão. Imagem de divulgação. 

Um ponto que me intrigou o tempo todo na obra foi a identificação que Espósito nutria por Ricardo.

No desenrolar da trama percebo que o protagonista foi covarde em não assumir um romance com Irene, talvez seja pela diferença social entre ambos, ou por pura covardia mesmo.

Resultado de imagem para o segredo dos seus olhos

Espósito não assume um romance com Irene. Imagem de divulgação. 

Ambos personagens ficaram presos em uma história de um amor não concretizado, vivendo uma prisão perpétua e uma vida cheia de nada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s