Resenha: História dos Estados Unidos: Das Origens ao Século XXI. Leandro Karnal, Sean Purdy, Luiz Estevam Fernandes e Marcus Vinícius de Morais.

A necessidade de compreender a história dos Estados Unidos é lugar comum, todo mundo sabe, mas poucos a conhecem. Nos diálogos em geral sobre esse país, percebo que ele é extremamente odiado ou amado. Muitas vezes vamos ao extremo e fazemos análises maniqueístas e cheias de paixão. Tendo isso por base, resolvi fazer a re-leitura desse livro.

A primeira pergunta que os autores comentam é: Porque os Estados Unidos são tão ricos e nós não? A resposta americana do século XIX, era que eles tem um vocação dada por Deus , um caminho claro de êxito em função de serem o povo escolhido. Outra explicação seria que a colonização portuguesa e espanhola era de exploração, enquanto a americana era de povoamento.

Imagem relacionada

Representação dos peregrinos, nas Treze Colônias da América do Norte.

Uma explicação completamente falaciosa: No século XVII, a América espanhola já tinha universidades, bispados, produções literárias e artísticas de várias gerações, enquanto a costa inglesa da América do Norte era um amontoado de pequenas aldeias atacadas por índios e pela fome.

Resultado de imagem para ciudad de mexico colonial

Cidade do México no período colonial.

Imaginar que para o Brasil só vieram ladrões e bandidos é tão falso, quanto acreditar que para os Estados Unidos foram somente puritanos.

Os autores abordam inúmeras questões para responder essa questão, a construção dos Estados Unidos como uma super-potência é fruto de inúmeros processos.

Os autores abordam no livro a vida cotidiana do Norte e do Sul, os negros e indígenas na sociedade, o racismo, o anti-catolicismo, o antissemitismo, etc. Após a Guerra de Independência e a Guerra da Secessão, os Estados Unidos tiveram que “inventar” uma nova nação.

Houve inúmeras guerras contra o México, que contribuíram para aumentar o território norte – americano. O interesse por assuntos externos, sempre esteve presente, pois os estadunidenses se viam como guardiães das instituições republicanas e democráticas.

Dessa forma, o livro percorre quatro séculos de história dos Estados Unidos, apresentando uma grande variedade de personagens que inclui ultra-conservadores, ativistas de esquerda, feministas, movimentos igualdade social e racial, libertários em geral e reacionários.

Resultado de imagem para martin luther king

Marthin Luther King pastor protestante importante ativista pelo direito dos negros.

Sem dúvida é uma terra de contrastes, onde temos um cinturão da Bíblia, do politicamente correto, mas também níveis alarmantes de uso de drogas e de violência sexual. Uma sociedade que acredita ser dividida entre winners e losers, baseada em uma noção de esforço pessoal. Quem perde é porque é incompetente e quem vence é o que tem mérito.

Resultado de imagem para a procura da felicidade

Cena do filme “A procura da felicidade”. Chris Gardner (Will Smith) vence, porque é esforçado e tem mérito. Essa mentalidade é propagada principalmente através de filmes e propagandas. Imagem de divulgação.

Após a Segunda Guerra Mundial o demônio da vez foram os comunistas. Por ora, a figura do muçulmano é o diabo, que preenche a necessidade histórica de se construir um inimigo. Cada adversário ajudou a preencher a necessidade histórica permanente “do inimigo construído” e moldar a identidade norte-americana.

Resultado de imagem para rocky balboa contro ivan drago

Os filmes foram uma importante ferramenta de propaganda contra o comunismo. Cena do filme “Rocky IV”. Rocky luta contra o soviético Ivan Drago. Imagem de divulgação.

Outro ponto importante abordado na obra, é a questão do imigrante, que logo apagam sua origem e duvida do recém-chegado. Os suecos se horrorizavam com os irlandeses, italianos católicos torciam o nariz para os judeus russos, os latino-americanos ressuscitam os discursos sobre a identidade anglo-saxônica. Talvez, isso ajude a explicar a vitória do Trump nas eleições.

Dessa forma, para o bem e para o mal o destino do mundo está associado aos Estados Unidos. Compreender isso é importante para qualquer análise do nossa sociedade.

Recomendo a leitura desse livro para todos que querem compreender o mundo atual.

 

Hino da República e a ideia dos americanos como o povo escolhido de Deus.

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: História dos Estados Unidos: Das Origens ao Século XXI. Leandro Karnal, Sean Purdy, Luiz Estevam Fernandes e Marcus Vinícius de Morais.

  1. Adorei o seu blog, você tem ótimas dicas! E esse post foi muito útil para mim, pois tenho procurado textos sobre a história dos Estados Unidos! Na faculdade, fiz alguns trabalhos sobre os Estados Unidos, mas sempre com um olhar para a Crise de 2008. Mas sempre tive interesse no país como um todo e estou com vontade de ler mais sobre sua história. Dica anotadíssima!
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

  2. É a primeira vez que entro no seu blog. Hoje dia 5 de julho dia da independência dos Estados Unidos. Muitas vezes me perguntei porquê independentes? se quem ficou sem as suas terras foram os índio e todas as gerapessoasvivem são descendentes de variadíssimas nações que foram contratadas para cooinuzarem!! Sera que independentes por terem ficado entre aspas algum tempo sob domínio do México! E os donos da terra ? Os indios ? Será que não teriam eles legitimidade para terem independência. Gostaria de saber mais sobre. Muito obrigada. Parabéns pelo blog..#

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Alice, obrigada por vir aqui!!! Eu acredito que essas datas são realmente importantes para refletirmos sobre as questões, que você pontuou. Fica a questão: o que significa realmente ser independente?? Qual foi o preço?? Bjs!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s