Resenha Filme: Sobre Meninos e Lobos (Mystic River) – Clint Eastwood

“Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.” Sartre

Resultado de imagem para Mystic River.

O longa é baseado no livro homônimo de Dennis Lehane. A narrativa se passa em um bairro irlandês de Boston. Trata-se da vida de 3 amigos de infância: Sean (Kevin Bacon), Dave (Tim Robbins) e Jimmy (Sean Penn).

O filme começa com a cena dos 3 garotos brincando, até que a bola deles cai no bueiro. Então, eles tem a ideia de escrever seus nomes na calçada no cimento fresco. Sean e Jimmy escrevem seus nomes e quando Dave está escrevendo são interrompidos.

Um homem, fora do carro, se identifica como policial e dá uma bronca nos meninos. Ele grita e dá ordem para os três entrarem dentro do veículo, só Dave entra. Do banco de trás o garoto vê um padre, que vira para trás e nesse momento vemos seu anel com uma cruz.

Imagem relacionada

Os meninos são abordados por falsos policiais. Imagem de divulgação.

Na verdade, os falsos policiais eram pedófilos. O menino fica 5 dias em poder desses monstros, quando consegue fugir.

Os três amigos agora homens são pessoas inevitavelmente traumatizadas e todos tentam resolver de maneiras diferentes: Sean se torna policial, Jimmy é um assassino que cumpriu pena por um bom tempo e Dave é um pai super protetor.

Sean e Jimmy tem os mesmos valores, que expressam de modo diferente. Ambos vivem presos dentro do sentimento de culpa e mantém sua autoridade pela força, protegendo aqueles que consideram mais fracos.

Resultado de imagem para Mystic River.

Jimmy e Sean adultos apresentam características parecidas. Imagem de divulgação.

Jimmy é casado e pai de 3 filhas. Em uma cena, vemos Katie de 19 anos, o avisar que sairá com algumas amigas. Ele a adverte que é para voltar cedo, pois no domingo haverá a primeira comunhão de sua outra filha.

Pela manhã, ele recebe uma ligação de seu funcionário, avisando que Katie não fora trabalhar. Jimmy acha estranho, mas cumpre todos os compromissos normalmente.

Sean recebe uma ligação, referente a um carro com sangue, que está abandonado. Junto com outro investigador, chamado Whitney, eles vão verificar o que aconteceu.

Após vasculhar a região com mergulhadores e cachorros eles encontram o corpo de Katie.

Resultado de imagem para Mystic River.

Jimmy fica desesperado, quando os policiais encontram o corpo de sua filha. Imagem de divulgação.

Nesse ínterim, Dave chega em casa machucado com as mãos sangrando e uma facada na barriga. Ele conta a sua esposa Celeste, que lutou com um assaltante.

Durante as investigações descobrimos que Katie pretendia fugir com o namorado Bredan para Las Vegas. Jimmy não aprovava o namoro, pois havia matado o pai do rapaz, que o delatou para a polícia.

Quando Bredan e seu irmão mudo entram no comércio de Jimmy vimos que ele os observa com olhar de repúdio. Acredito que ele tinha receio dos rapazes se vingarem dele.

No desenrolar da trama Celeste acaba suspeitando do marido e confidencia seus pensamentos a Jimmy. A experiência passada é o motor para que todos desconfiem de Dave.

Jimmy confronta Dave e acaba matando-o. A resposta violenta parece ser justificada, pois ele perdera filha. No entanto, acredito que o mesmo também queria apagar o sentimento de culpa por Dave ter entrado no carro dos pedófilos.

Os três amigos são desesperados para proteger suas famílias, mas as complicações residem exatamente nesse contexto: A esposa de Dave acha que seu marido assassinou Katie, a filha de Jimmy ia fugir com o namorado e a esposa de Sean o deixa estando grávida.

Isso demonstra que nós não temos total controle de tudo que acontece em nossas vidas. O enredo do filme me remeteu a um pensamento de Sartre: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.”

Dentro desses aspectos, podemos fazer as seguintes questões: O que podemos fazer com o contexto que nos forma? Como aceitar o passado e aquilo que não podem ser mudados?

Os três garotos carregaram as sequelas do abuso. Dave obviamente é o mais traumatizado, Jimmy e Sean um imenso sentimento de culpa. Será que poderíamos imaginar um destino diferente para Jimmy e Dave, mesmo que o ponto de ruptura fosse o mesmo?

Fica a dica de um filme muito bom para questionarmos as consequências de acontecimentos passados no presente.

Anúncios

7 comentários sobre “Resenha Filme: Sobre Meninos e Lobos (Mystic River) – Clint Eastwood

  1. Meu filho (Ludo) sempre cita esse filme, com ironia, quando falo que quero assistir alguma coisa leve. Eu vi no cinema há muitos anos e fiquei bem impactada com a historia traumática dos meninos. Ótima resenha. Bjs!

    Curtir

  2. Sou muito fã desse filme. Esse é um daqueles casos raros onde o filme acaba sendo tão bom, ou superior ao livro, assim como “Clube da luta”. Tenho ele em DVD aqui até hoje, uma obra prima do grande Clint Eastwood, como diretor.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá, Juliane! De Os Imperdoáveis para cá Clint Eastwood despontou como um dos grandes cineastas em atividade. Um ator e um diretor de mão cheia, para gente grande. Parabéns pela paráfrase. Você detém um poder incrível de captar as nuances e sintetizá-las em suas resenhas. Daria uma ótima poeta.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Bom día Juliane! Sua avaliação deste filme é muito boa. Apenas revisei a trajetória de Clint Eastwood e me impressiona que os seus trabalhos tenham tanto êxito. Um dos meus preferidos do diretor é Sully O Herói do Rio Hudson porque usou elementos de uma história real. Acho que o filme Sully esta muito bem feito e muitas das cenas que fazem são ótimas. É importante mencionar também que graças ao grande trabalho do elenco foi um dos melhores filmes de 2016. Você já viu? O que você pensa sobre esse filme?

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Andrea, tudo bem?? Eu ainda não vi Sully O Herói do Rio Hudson, está na minha lista, pois gosto muito do Clint Eastwood. Meu filme preferido da vida é Cartas de Iwojima, que é dele também. Você já assistiu?? Eu preciso rever….Bjs!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s