Resenha filme: Okja – Bon Joon-ho

Okja é um filme sul-coreano de 2017, sobre a ganância capitalista e nossa relação com a comida.

O que você come? A carne que você consome é realmente carne? Quem garante que não é um animal geneticamente modificado? Você sabe como funcionam os abatedouros? Como os animais são transportados? Como são tratados? Recentemente, tivemos o escândalo das carnes com papelão. Isso é só uma amostra de todo o processo.

A Mirando Corporation é uma empresa norte-americana, dirigida por Lucy Mirando, uma mulher infantil e narcisista, que busca o reconhecimento social e sobretudo familiar.

Lucy financiou um projeto de engenharia genética em que foi desenvolvido super porcos, destinados à alimentação.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Para efeitos de marketing, os animais foram distribuídos para fazendeiros de diversas regiões, pois os consumidores não poderiam saber que são animais gerados em laboratório.

Dessa forma, a super porca que recebeu o nome de Okja foi destinada aos cuidados do avô de Mija, que vive em uma floresta na Coréia do Sul, e ambas cresceram juntas, desenvolvendo laços estreitos de afetividade, como se fosse um pet.

A imagem pode conter: árvore, planta, atividades ao ar livre e natureza

Lucy Mirando planeja enviar os melhores de seus suínos mutantes de volta para empresa, onde serão revelados ao mundo, para em seguida serem mortos e embalados como carne de vaca, bacon ou salsichas.

Okja é levada para Seul e de lá seguiria para os Estados Unidos, e Mija vai atrás dela. No meio do caminho para o porto, a garota consegue se fixar no caminhão.

No meio do caminho eles encontram os jovens da Frente de Libertação Animal, que conseguem recuperar Okja.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e chapéu

No entanto, eles tem uma ideia, colocar uma câmera escondida na porca, para que eles possam comprovar as atrocidades cometidas no laboratório pela empresa Mirando.

Okja segue para os Estados Unidos com a câmera. Lá temos a dimensão do que acontece: ela é forçada a procriar, para gerar filhotes, sofrendo diversas agressões.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas, barba e área interna

O assessor de Lucy Mirando, tem a ideia de trazer Mija para os Estados Unidos e promover um reencontro entre o animal e a dona. Visto que a imagem da empresa ficou muito abalada com a tentativa dramática de resgate de Okja.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas

Tudo pronto para o “show” e a Frente de Libertação Animal entra em cena, mostrando para o público o que acontece nos laboratórios da empresa.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Muita ação acontece até que Okja vai parar no abatedouro da Mirando. Todo o processo de morte, corte e embalagem são semelhantes aos utilizados para os bovinos.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

Mija tenta novamente libertar Okja da morte.

A Frente de Libertação Animal é grupo ativista pelos direitos dos animais, que atua em células sem liderança. Eles combatem todos que lucram com a miséria e a exploração animal. Revelam o horror e as atrocidades cometidas contra as animais atrás de portas fechadas (matadouros e laboratórios).

Resultado de imagem para frente de libertação animal

Frente de Libertação Animal.

A ciência já provou há muito tempo que os animais são sencientes, ou seja, são capazes de sentir, vivenciar sentimentos como: dor, angústia, solidão, amor, alegria, raiva etc. Países como Nova Zelândia, França, Alemanha, Suíça e Áustria alteraram sua legislação conferindo o status de sencientes aos animais, ou seja, eles não podem ser tratados objetos.

O animal sempre recebeu diversos tratamentos nas religiões, para o post não ficar muito longo, vou mostrar um vídeo abaixo do trailer do filme, sobre um Centro Espírita Kardecista que atende a animais.

Centros Espíritas especializados em animais:

 

 

Anúncios

11 comentários sobre “Resenha filme: Okja – Bon Joon-ho

    • Oi Val, é um filme muito bom!! Eu achei muito bacana a Netflix ter dado uma oportunidade a um cineasta desconhecido sul coreano para falar sobre um tema tão espinhoso!!! Nós somos levados muitas vezes pelo mkt e nem questionamos de onde vem o que comemos!! Bjs!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s