Resenha filme: Musarañas (Sangre de mi sangre ou Ninho das Mussaranhas) – Juanfer Andrés, Esteban Roel e Alex de la Iglesia

Musarañas (Sangre de mi sangre no México) é um filme espanhol, que mescla drama, suspense e terror.

O filme aborda temas como: violência doméstica, machismo, perda da infância, fanatismo religioso, agorafobia e psicose.

A narrativa se passa na década de 50 em Madri. A história é sobre uma  jovem chamada Monse, que desenvolveu uma doença psíquica chamada agorafobia, que a impede de sair de casa. A moça vive em um apartamento com sua irmã mais nova Nia.

Sem título5

Excelente representação de Macarena Gómez como Monse.

Agorafobia consiste em uma doença, em que a pessoa não consegue sair de casa, a palavra vem do grego ágora (reunião grega onde os assuntos políticos eram tratados) e fobia.

A protagonista apresenta psicose, que a fez perder o contato com a realidade, tendo alucinações e dificuldade de interação social.Sem título2

O filme começa com a narração de Nia:

“Todas as crianças gostam de contos antes de dormir. Eu era uma exceção. Para mim o pior do dia era quando minha irmã vinha ao meu quarto com seu livro de contos. Sempre eram contos de terror. Histórias horríveis sobre gente malvada que se aproveita dos outros. E nesses contos havia um ogro enorme e poderoso, que perseguia aos humanos”.

Sem título (Recuperado)

O fanatismo religioso permeia toda a obra.

A vida de Monse foi marcada por diversos abusos. Após a morte da sua mãe, ela como filha mais velha, assumiu todos os deveres domésticos, inclusive os cuidados da irmã recém-nascida.

Quando Nia tinha mais ou menos uns 5 anos, o pai desapareceu na guerra. Todos esses acontecimentos sobrecarregaram a protagonista.

O maior medo da personagem principal é perder a irmã, seu único contato com o mundo. Quando Nia faz 18 anos e começa a se relacionar com um rapaz, Monse perde a cabeça e espanca a irmã com uma vara.

Sem título6

A vida de Monse foi marcada por abusos.

Em um dia um vizinho – Carlos aparece na porta pedindo ajuda. A protagonista reluta em ajudar, mas acaba colocando-o para dentro do apartamento em sua cama.

Ele caiu na escada e está com uma perna quebrada, Monse oferece ajuda para cuidar do rapaz.

Sem título7

Carlos começa a ser cuidado como uma criança por Monse.

A protagonista se apaixona por Carlos e passa a fazer de tudo para que ele permaneça em sua casa, inclusive misturando morfina em sua água, que dizia que era benta.

Carlos acaba se tornando um prisioneiro, mas a princípio não acha ruim, pois gosta dos cuidados da protagonista, que o trata como criança.

Nesse ínterim, Monse vê a imagem do pai constantemente, que sempre aparece para criticá-la.

Sem título8

O pai é uma assombração constante na vida de Monse.

Antes do pai ir à guerra, a protagonista vivia com o genitor a maltratando o tempo inteiro, era um verdadeiro assédio moral.

A partir desses flashes vamos conhecendo mais a respeito de Monse e compreendendo porque ela toma determinadas atitudes.

O filme é muito bem feito e bem ambientado na década de 50. Toda a obra é rodada dentro do apartamento, visto que a protagonista não consegue sair de casa.

Sem título3

Algumas pessoas reclamaram do excesso de sangue, porém, isso não me incomodou, pois está dentro do contexto da narrativa.

Monse apresenta uma personalidade extrema, portanto não esperamos que suas ações sejam contidas.

Musaraños são roedores solitários, que se escondem dos outros como forma de proteção e atacam ferozmente, quando se sentem acuados. Algo extremamente simbólico, levando em consideração a personalidade da protagonista.

Resultado de imagem para musarañas fotos

Fica a dica de um filme excelente, que com certeza ficará com vocês um bom tempo!!

Anúncios

6 comentários sobre “Resenha filme: Musarañas (Sangre de mi sangre ou Ninho das Mussaranhas) – Juanfer Andrés, Esteban Roel e Alex de la Iglesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s