Resenha livro: O Senhor do Paço de Ninães – Camilo Castelo Branco

O Senhor do Paço de Ninães é um romance da literatura portuguesa, publicado em 1867, é categorizado como pertencente aos romances históricos do autor.

A narrativa conta a história do protagonista Rui Gomes de Azevedo, o tempo é 1576 – 1621.

Lisbon_-_Lisbonne_-_Lisboa_1572

Representação de Lisboa de 1572.

O rapaz é contra guerra, apegado à mãe, passivo e dócil, completamente diferente do seu falecido pai, que foi cavaleiro e morreu lutando contra os mouros. 

Ele se orgulha de sua mãe, que mandou derreter o ferro das espadas do esposo para fabricar foicinhas para a lavoura. 

Rui Gomes de Azevedo é apaixonado pela prima Leonor, a quem está prometido desde pequeno.

O Senhor do Paço de Ninaes

João Esteves Congominho é o rival do protagonista, aquele que irá roubar-lhe a amada. Em uma conversa entre os dois podemos perceber um pouco a personalidade de Rui Gomes de Azevedo, cujas afirmações são emblemáticas: “Minha mãe é minha Pátria” e “minha mãe não me quer soldado”.

O rival percebendo a personalidade passiva do rapaz não hesitará em fazer uma manobra política, preparando seu casamento com Leonor, que aceitará passivamente a resolução de seu pai.

Desiludido com a prima, Rui Gomes de Azevedo decide acompanhar o rei Dom Sebastião para a campanha de Alcácer Quibir, no norte da África.

Nesse ponto, Camilo Castelo Branco decide colocar o dedo na ferida narcisista portuguesa.

Portugal havia passado quatro séculos lutando por sua soberania. A derrota lusitana em Alcácer Quibir, impôs ao reino a perda do jovem rei Dom Sebastião, que desapareceu no Marrocos. A autonomia política teve seu fim, com a anexação de Portugal à Espanha, pois o rei não tinha herdeiros.

Batalha de Alcácer Quibir

Representação da Batalha de Alcácer Quibir.

A partir dessa perda, surgiu em Portugal uma crença messiânica que transformava Dom Sebastião em uma figura redentora, aquele que voltaria para libertar os portugueses do jugo castelhano. Sebastianismo é o nome dado à essa crença.

Dom-Sebastião

Representação de Dom Sebastião.

Interessante pensarmos, porque Camilo Castelo Branco retomou a longínqua guerra de Alcácer Quibir (1580), no século XIX?

Portugal e Espanha se tornaram nações decadentes no século XIX, em comparação com a Inglaterra, que liderou a Revolução Industrial.

A ilustre casa de Ramires2

Nesse período, começa uma dura crítica às políticas colonialistas portuguesas, apontadas como uma das causas da decadência das duas nações.

Em várias passagens do Senhor do Paço Ninães, a saída de homens para as guerras colonialistas deixaram o reino, completamente desamparado.

Também nesse tempo, as tropas napoleônicas invadiram Portugal, e o rei Dom João VI com sua corte embarcou para o Brasil, escoltado por embarcações inglesas, deixando o reino completamente desprotegido. 

Departure_of_H.R.H._the_Prince_Regent_of_Portugal_for_the_Brazils_(Campaigns_of_the_British_Army_in_Portugal,_London,_1812)_-_Henry_L'Evêque,_F._Bartollozzi

Henry L’Evêque F. Bartollozzi. Embarque para o Brasil do príncipe regente de Portugal, D. João VI, e de toda a família real, no porto de Belém, em 27 de novembro de 1807.

“Minha Pátria é minha mãe” significa uma tomada de posição do autor frente a terra e contra a expansão ultramarina. 

Lisboa século XVI.

Representação de Portugal de 1576.

A figura da grande mãe é ligada no inconsciente coletivo à terra, fertilidade e agricultura, em oposição ao grande pai, ligado à caça e a conquista.

Antero de Quental no texto: “Causas da decadência dos povos peninsulares” afirma: “Duas nações (Portugal e Espanha) generosas se transformaram em uma horda de fanáticos endurecidos”, por conta, da Inquisição e da educação jesuítica com seus métodos de ensino brutais, que esterilizaram as inteligências e mataram o pensamento questionador.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s