Resenha filme: O caderno de Sara – Noberto López Amado

O caderno de Sara é uma história verídica, baseada no livro homônimo, que narra a história de Laura, uma mulher desesperada em busca de sua irmã desaparecida na selva do Congo.

Todo o enredo se passa em território congolês. Lembramos que a África é um continente diverso e complexo. A narrativa é somente um recorte da História congolesa, sendo errônea a compreensão de que os africanos se resumem ao que é mostrado no filme.

mapa da república democrática do Congo
Mapa da África, destacando a localização da República Democrática do Congo.

Laura é uma espanhola, que perdeu o contato com sua irmã – Sara, há muito tempo, nem a ONG ou a ONU tem alguma informação sobre seu paradeiro.

Sara é médica e trabalha para uma ONG espanhola, que atua no país africano. A última vez que foi vista em uma foto, ela estava em uma aldeia de exploração de Coltan.

Coltan é a combinação de duas palavras que correspondem a columbita e tantalita, que são metais extremamente cobiçados, imprescindível para a fabricação de celular; 80% da reserva mundial encontra-se no Congo.

No país há uma guerra entre milicianos e o Estado que já dura anos, em torno da posse das minas, segundo a ONU já morreram 4 milhões de pessoas por conta do conflito.

Laura chega ao Congo, sem muita noção da guerra civil, existente no país. A única informação que tinha, para encontrar sua irmã era a foto na aldeia.

O caderno de sara 1
Laura chega ao Congo sem muita noção da guerra civil que acomete o país.

A protagonista, apesar de ser desaconselhada por todos, embarca em a missão à selva congolesa, para encontrar sua irmã.

No trajeto até as minas de coltan no interior do Congo, a narrativa mostra um pouco das tragédias que acomete o país.

Assassinatos, sequestros de crianças, estupros são corriqueiros na vida dessa população.

Os milicianos chegam nas vilas matam os pais e estupram todas as mulheres, além de sequestrarem as crianças, que serão transformadas em soldados.

o caderno de sara 3
A atuação dos atores é muito boa.

A mensagem mais propagada no filme é “não tem jeito”, as coisas são assim. Porém, quais foram os esforços feitos pelas potências mundiais a fim de acabar com a guerra civil? A narrativa não problematiza isso, o foco do filme é encontrar a médica.

Como mostra na obra, retirando os esforços das ONGs e da ONU, não há nenhuma medida para colocar fim nessa situação e melhorar a vida das pessoas.

O filme é bom do ponto de vista estético, o diretor decidiu não nos poupar de nenhuma cena, que envolve violência.

No entanto, em relação à história achei superficial a maneira como o conflito foi mostrado, sem grandes problematizações.

Apesar disso, ainda recomendo o filme para conhecermos um pouco mais sobre um conflito que dura décadas.

Me siga no instagram e veja o que estou lendo!

https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Anúncios

3 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s