Resenha filme: Desobediência – Sebástian Lelio

Desobediência é uma adaptação do livro homônimo de Naomi Alderman. A protagonista é a jovem Ronit, interpretada por Rachel Weisz, que retorna à comunidade judaica ortodoxa de onde saiu para viver uma vida bem diferente em Nova York.

Ronit recebe uma ligação inesperada, avisando que seu pai – rabino Krushka falecera.

Ela volta à comunidade para velar seu pai. Após algumas conversas da protagonista com seu primo, agora rabino Kuperman, entendemos que Ronit cortou relações com a família e com os judeus ortodoxos.

O olhar das pessoas sobre Ronit é bem duro, ninguém minimiza as críticas ao seu comportamento.

A048_C016_0113T4

Sebastian Lelio optou por explorar a tradição judaica. 

Na comunidade, a protagonista encontra também sua amiga de infância Est, agora casada com o rabino Kuperman.

Est se comporta de maneira muito retraída e crítica à presença de Ronit. A princípio parece que Est é só mais uma religiosa pronta para julgar quem se comporta de forma diferente.

Mas, sempre há algo mais profundo nas camadas da psiquê. A máscara de esposa judia-ortodoxa perfeita cai e vemos a existência de um amor homossexual da Est por Ronit; ficamos sabendo que ele existe desde a infância. (Isso não é spoiler, visto o cartaz do filme)

desobediencia filme

Est vive uma máscara social claustrofóbica. 

A obra não aprofunda a questão da homossexualidade, pois o tema principal do filme diz respeito à liberdade.

Até que ponto somos livres para tomarmos nossas decisões, sem levarmos em consideração o outro, no caso de Est a comunidade e os ditames da religião?

Ronit foi impossibilitada de viver seu eu verdadeiro dentro do judaísmo ortodoxo, acrescenta-se o fato dela ser a filha do rabino e as cobranças serem muito maiores.

Ao voltar para a comunidade, a protagonista teve que responder à perguntas como: Quando vai se casar? Quando terá filhos? E o mal-estar de ter que responder a verdade, ela é feliz com a vida que escolheu. 

O filme mostra que para ter liberdade, Ronit pagou um preço altíssimo, visto a tristeza e saudades do pai, porém, não há arrependimento.

A102_C002_0124R1

A edição é muito bem feita e a música ajuda a compor o enredo, que inclui muita tensão. A fotografia é invernal e escura, fazendo jus ao enredo. 

A tomada de decisão em prol ou não da liberdade caberá agora a Est. Ela conseguirá largar sua família, esposo e comunidade para vivenciar seu eu verdadeiro, que inclui a homossexualidade? Qual o preço que ela deverá pagar?

Nós como sociedade, não precisa ser judeu ortodoxo, estamos preparados para lidar com a verdade do outro, seja ela qual for?

A partir daqui eu vou deixar com vocês!

Me siga nas redes sociais e saiba os livros que estou lendo! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha filme: Desobediência – Sebástian Lelio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s