Resenha filme: Lámen Shop – Eric Khoo

Lámen Shop é uma coprodução de Japão, Singapura e França. A narrativa aborda: conflitos familiares, rejeição, guerra e mortes, tendo a comida como um elo entre os personagens.

O protagonista é o jovem japonês Masato, que trabalha como cozinheiro em um restaurante, especializado em lámens no Japão.

lamen shop
Takumi Saito como Masato. A fotografia é profunda e intimista, parece que estamos dentro dentro dos personagens.

Sua mãe era de Singapura e faleceu, quando ele era pequeno. Por conta disso, o pai (japonês) entrou em uma profunda depressão e mal olha no filho.

Masato guarda recordações carinhosas de sua mãe, o alimentando com receitas típicas de Singapura.

Em um momento do filme, o rapaz encontra uma caixa com várias fotos de sua mãe e do seu pai. Além de um diário escrito em mandarim, idioma que ele não compreende.

Lamen SHop meu 5.png

Dessa forma, Masato decide embarcar rumo à Singapura, para encontrar a família materna e aprender um pouco da culinária do lugar. 

Lamen Shop meu 6.png

No entanto, a receptividade por parte de um membro de sua família não será das melhores.

O trauma em relação à invasão japonesa na China ainda está presente. A cena em que Masato é rejeitado me encheu os olhos d’água.

Em 1937, houve a Segunda Guerra Sino-Japonesa, que durou até setembro de 1945, quando o Japão se rendeu aos Aliados (Inglaterra, URSS, Estados Unidos e França).

O Japão queria se expandir pelo oriente para isso desenvolveu seu exército e travou guerras com os países asiáticos. Em decorrência da Primeira Guerra Sino-Japonesa, o Japão ocupou Taiwan, em 1985.

Em 1931, os japoneses invadiram a Manchúria. Sanções econômicas foram impostas aos japoneses pelas potências ocidentais, sobretudo pelos Estados Unidos, motivando o ataque de Pearl Harbor.

O exército japonês foi extremamente cruel com a população civil chinesa. Não poupava ninguém, seja crianças, mulheres ou idosos. Houve até experimentos médicos, utilizando a população chinesa como cobaias (podemos fazer uma comparação direta com o médico nazista Mengele).

japoneses-na-china
Exército japonês durante a ocupação na China.

Os japoneses aliados da Alemanha nazista e da Itália fascista acreditavam pertencer à uma raça superior, por isso, entendiam que os outros orientais eram raças inferiores e, por isso, o sofrimento dessa população não era considerado.

Voltando ao filme: Por conta desse histórico triste, Masato é considerado pelas pessoas mais velhas, que sofreram diretamente nas mãos das tropas japonesas, como um inimigo e isso terá grandes implicações em sua vida e no enredo do filme.

Dessa forma, a comida é sugerida como um remédio, que pode curar antigas feridas e unir pessoas, que outrora foram inimigas.

LÁMEN SHOP
A comida é um personagem do filme, tamanha sua importância.

Lámen Shop é um filme excelente, que vale a pena pela narrativa envolvente e a maneira como a história nos foi contada.

A fotografia é excelente, com as cenas externas muito bonitas e as cenas internas nos mostram um aconchego familiar. A música é dramática, assim como pede a narrativa.

Me siga no instagram e saiba o que eu estou lendo! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

 

 

Anúncios

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s