Resenha livro: A ética protestante e o espirito do capitalismo – Max Weber

“Lembra-te que tempo é dinheiro; aquele que com seu trabalho pode ganhar dez xelins ao dia e vagabundeia metade do dia, ou fica deitado em seu quarto, não deve, mesmo que gaste apenas seis pence para se divertir, contabilizar só essa despesa; na verdade gastou, ou melhor, jogou fora, cinco xelins a mais.” Benjamin Franklin

Em “A Ética Protestante e o Espirito do Capitalismo”, Weber desenvolve a tese de que a ética protestante calvinista é a base da cultura ocidental moderna.

A primeira parte do livro, Weber tornou pública em 1904. Hoje a obra é considerada a  mais importante do século XX, pois demonstrou como a religião influencia diretamente na economia. 

Espirito nesse contexto é entendido como a cultura vivenciada pelas pessoas na condução metódica da vida, por exemplo, a busca por uma profissão, de preferência que seja bem remunerada e a necessidade de poupança fizeram parte dos valores sociais de praticamente todos países ocidentais, de maioria protestante ou católica. 

O ponto de partida do sociólogo foi a constatação “do caráter predominantemente protestante dos proprietários do capital e empresários, assim como das camadas superiores da mão de obra qualificada, notadamente do pessoal de mais alta qualificação técnica ou comercial das empresas modernas.” 2004, p. 03

joão calvinoJean Calvino (1509 – 1564) foi um teólogo francês com muita influencia durante a Reforma Protestante. A teologia desenvolvida por ele é conhecida por calvinismo e seguida por muitos até hoje. A chave da obra de Calvino passa pela Pedagogia, que nesse contexto visa combater a superstição, os pensamentos mágicos e a idolatria.

O calvinismo vigorou nas seguintes regiões: Genebra, Escócia, em boa parte dos Países Baixos e nas Colônias Inglesas, que deram origem aos Estados Unidos da América e Canadá. Na França eram chamados de huguenotes e na Inglaterra de puritanos.

A crença na predestinação é um dos princípios do calvinismo. Significa que Deus de antemão já decidiu quem seria salvo ou condenado. Uma das marcas de predestinação era a riqueza, pois compreendia-se que a pessoa era trabalhadora e disciplinada. A salvação se daria pela fé, no entanto, as obras a testemunham. 

A ética do trabalho calvinista se contrapõe a concepção de São Tomás de Aquino, em que o labor é compreendido como uma necessidade natural, visando somente o suprimento das necessidades básicas. Não se trata de um dever ético, mas somente de uma necessidade. Assim, também compreendeu posteriormente Martinho Lutero.

igreja-presbiteriana
Membros da Igreja Presbiteriana em Araguari – MG, c. 1924.  A Igreja Presbiteriana segue a teologia calvinista.

A ética do trabalho calvinista favoreceu a burguesia como classe, pois quando convertida à religião de Jean Calvino, a riqueza era compreendida como signo de salvação e não um pecado.  

A valorização do trabalho, a falta de ostentação e a disciplina para poupar dinheiro foram os fatores que possibilitaram o enriquecimento dos protestantes, eles se tornaram a elite econômica e  cultural de praticamente todo o mundo ocidental. 

A falta de vontade de trabalhar era entendido como ausência da graça divina, o trabalho é entendido como uma forma de louvar a Deus. A seguir um conselho de Jean Calvino:

“Contra todas as tentações sexuais, do mesmo modo que contra as dúvidas religiosas e os escrúpulos torturantes, além de uma dieta sóbria à base de refeições vegetarianas e banhos frios, receita-se: Trabalhe duro na tua profissão.” Weber, 2004, p. 35

Weber critica o conceito de marxista da necessidade do exército reserva, pois a produtividade do trabalho cai automaticamente quando o salário é fisiologicamente insuficiente. Por exemplo, o polonês produzia pouco em comparação ao alemão, pois, recebia menos.

the-landing-of-the-pilgrims-at-plymouth-currier-and-ives
Representação dos puritanos chegando nas Treze Colônias Inglesas, território que viria a ser Estados Unidos da América.

Assim, o salário baixo ou a inexistência dele nas classes mais baixas não geravam lucros para a burguesia, como pensou Karl Marx, o exército reserva era inútil para o capitalista.

Interessante observar que a partir da década de 60, houve uma quebra com a ética protestante, pois a sociedade passou a visar o consumo desenfreado.

A religião calvinista não suporta uma sociedade em que todos se tornam mercadorias e o desejo humano precisa ser satisfeito imediatamente, impossibilitando a disciplina e a poupança.

Eu vou detalhar em “Vida para consumo” de Zygmunt Bauman, como atualmente a ética capitalista foi modificada, em uma adaptação do sistema.

weber

Karl Emil Maximilian Weber (1864 – 1920) foi um intelectual, jurista e economista alemão, considerado um dos fundadores da Sociologia.

Tentei passar as principais ideias da obra, que é bem densa, porém não é de difícil compreensão. Nada substituirá a leitura, que é essencial para o entendimento da história de nossa sociedade. 

Me siga no instagram! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Anúncios

8 comentários

  1. Tinha sido obrigada a ler um texto desse livro na faculdade, confesso que não tinha entendido muita coisa. Mas, agora tudo ficou mais claro, consegui entender como as coisas funcionaram, como o capitalismo se formou. Obrigada pela resenha.

    Curtir

  2. Terminando a leitura de ética. Entendo que de Lutero e a grande matriz Calvinista esta como orientação para as seitas que se seguem do protestantismo. Como eventos culturais influenciam a economia. Hoje percebo o movimento conservador nesse sentido. Não que seja errado mas como um fenômeno dessa conduta de vida racional ascética intramundana.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s