Resenha livro: A Menina da Montanha (Educated) – Tara Westover

A história de Tara é real, o que mais assusta. Uma vida completamente alienada do mundo exterior, vivendo uma realidade criada pelo seu pai.

Ela passou sua infância ajudando seus pais a estocarem comida, para os dias da Grande Tribulação.

Também pisou na escola pela primeira vez aos 17 anos, porque seu pai acreditava que o sistema educacional norte-americano estava tomado por comunistas.

karl_marx_horned
O pai de Tara acreditava que o governo americano estava tomado por comunistas, assim como os hospitais e as escolas. Estava tudo dominado. No Brasil tem muita gente que acredita que vivemos em uma sociedade dominada pelos socialistas.

Em teoria, Tara e seus irmãos eram educados em casa, porém eles pouco estudaram, foram alfabetizados com a Bíblia e o livro dos Mórmons.

O livro não é contra a religião Mórmon, mesmo porque fanatismo religioso pode acontecer em qualquer grupo. Mas, a autora quis compartilhar sua história, uma vida de superação.

t-Tara-Westover-Interview-2

Seu pai, que Tara acredita ser bipolar, desenvolvia uma série de teorias da conspiração, envolvendo o governo americano com os Illuminatis e comunistas todos juntos, conspirando para acabar com os filhos de Deus.

Por conta disso, a autora e seus irmãos não tinham certidão de nascimento, não iam ao médico, porque a medicina era demoníaca. Quando ficavam doentes tentavam a cura, através de manipulação de ervas.

Os acidentes graves não foram poucos: Um dos irmãos de Tara sofreu uma queimadura de segundo grau nas pernas e foi “tratado” com ervas. A mãe da jovem sofreu um acidente de carro gravíssimo e o destino foi o mesmo.

Gene, pai de autora, sustentava sete filhos, ele e a esposa, construindo celeiros e depósitos de feno, também desmantelando metais em um ferro velho. A mãe complementava a renda vendendo mistura de ervas que ela mesma fazia, também como assistente de parteira, visto que, muitos pensavam como eles e não recorriam aos hospitais.

Tara teria o mesmo destino de sua mãe e de sua irmã mais velha. Nunca iria à escola, trabalharia com o pai no ferro-velho, como fez em toda a sua infância, misturaria as plantas, também seria parteira.

No entanto, quando um dos seus irmãos, que era considerado diferente pela família, consegue sair de casa e passar na universidade, a jovem percebe que era possível.

educated_2018_article-hero_1200px_v1
Tara Westover com Bill Gates, seu livro chegou a ser indicado por ele e  Barack Obama.

A decisão de começar a estudar aos 17 anos não foi fácil. Imaginem passar uma vida, sem televisão, sem internet e sofrendo constantes lavagens cerebrais, de que o fim do mundo estava próximo e o inferno estaria esperando todas as pessoas que não crescem nas profecias de seu pai.

Para termos uma ideia, os vizinhos da família Westover, que a princípio pensavam como eles (não mandavam os filhos à escola, não registravam as crianças ao nascer, não recorriam à medicina), tiveram sua casa cercada pela Polícia. Não vou contar o que na verdade essa família fazia. Mas, esse fato serviu para corroborar a tese de Gene, de que o governo estava tomado pelos Illuminatis e comunistas, tornando seu fanatismo ainda maior. Como assim, cercaram uma família tão devota? Não havia margens para dúvidas, o mundo estava acabando.

obama-illuminati
O pai de Tara criou um monte de teorias conspiratórias: os Illuminatis e os comunistas dominando o mundo eram as mais recorrentes. (Peguei essa imagem na internet, em um site sobre teoria conspiratória)

Por um milagre e é claro muita dedicação, Tara consegue passar na faculdade, estudando com materiais abandonados. Todavia, a vida não era nada fácil, como podemos imaginar.

Em uma aula, a jovem viu em um livro uma palavra estranha, nunca tinha ouvido falar aquilo. A autora perguntou ao professor o que era, a sala toda se assustou e achou que era uma piada de muito mau gosto. A palavra: Holocausto.

Quando pesquisou na internet e descobriu o que era, o mundo caiu. Quanta coisa ela não sabia.

Martin Luther King, para Tara era Martinho Lutero, de quem ela já tinha ouvido falar vagamente. Ela não sabia que havia tido uma luta pelos direitos civis da população afro-americana.

Com muito esforço, a jovem chegou a fazer doutorado em Cambridge, eu não vou detalhar como,  foi um exemplo de superação.

Vale-do-Flegetonte-Sétimo-Círculo-Gustavo-Doré-A-Divina-Comédia
Imaginem uma infância com um pai fazendo uma constante lavagem cerebral sobre o medo do inferno,  fim do mundo e a Grande Tribulação. A imagem: Vale do Flegetonte – Gustavo Doré.

Outro ponto muito importante é seu irmão mais velho – Shawn, que tinha uma violência descontrolada. Ele vivia espancando Tara, assim como suas namoradas, possivelmente tinha alguma doença psíquica, mas procurar um tratamento estava fora de cogitação.

A família não enxergava muito bem a realidade do filho, a própria autora chegou a questionar sua sanidade, pois todos falavam que o rapaz não tinha problemas nenhum e que Tara estava possuída pelo satanás.

Esse livro é muito bom e trouxe várias reflexões:

A primeira delas é que qualquer pessoa pode aprender em qualquer idade, isso comprova o que já sabemos com toda certeza.

Também, como as doenças mentais podem prejudicar e às vezes acabar com a vida das pessoas. Na minha opinião, isso é pouco comentando e debatido. Há muito preconceito, isso dificulta muito a procura por tratamentos.

A partir daqui deixarei o livro com vocês! Fica a dica de uma história de superação, que com certeza ficará com cada um!

Me siga no instagram! Lá eu coloco tudo que já li ou estou lendo! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Anúncios

9 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s