Resenha livro: Pequenos Incêndios por Toda Parte – Celeste Ng

“Pequenos Incêndios por Toda Parte” conta a história de duas mulheres, com vidas muito diferentes: Elena e Mia.

Elena Richardson é a típica mulher de um mundo idealizado, propagado pela ideologia do “American way of life”, na tradução livre – jeito americano de viver: Possui um emprego estável, um marido bem-sucedido financeiramente, filhos e uma casa grande.

A família vive em um condomínio fechado, onde todas as pessoas que lá vivem, pensam e agem mais ou menos da mesma maneira.

1200px-Shaker_Heights_Houses
Shaker Heights é o nome do condomínio, onde os Richardsons vivem. O medo do outro é tanto, que as pessoas se fecham nesses condomínios, onde tudo é controlado. Isso é um dos pontos questionados por Celeste Ng. A verdade é que nunca estamos protegidos de nada. 

É um mundo muito controlado, cuja cor da parede das casas segue um padrão. As ruas são extremamente limpas, os carros dos vizinhos são todos novos, não havendo espaço para nada diferente ou surpresas.

Mia é o oposto de tudo isso: É uma fotógrafa, vivendo quase de maneira nômade, com o mínimo de objetos que cabem dentro de uma mala.

O mundo das duas se altera completamente, quando a artista aluga uma pequena casa dentro do condomínio, que pertence à Elena.

Podemos perceber que esse contato, trouxe literalmente um incêndio, pois o livro começa com a casa dos Richardson pegando fogo.

Mia é solteira e tem uma filha adolescente chamada Pearl, que logo faz amizade com os filhos de Elena.

Izzy Richardson é uma personagem que se destaca, pois destoa completamente da família. Caçula de quatro irmãos, desde criança demonstrou um comportamento temperamental e contestador. Um dia a menina quebrou o arco do violino na professora.

Mesmo com esse gênio, ela se apegou a Mia completamente, se dedicando a aprender tudo sobre fotografia.

Dentro dessa trama, além dos conflitos familiares, a autora desenvolveu uma trama que envolve conflitos de classe e raciais, como por exemplo, a condição dos asiáticos na sociedade americana.

Para quem acha que o mundo é dividido entre claro e escuro, vai se assustar bastante com a história, pois o narrador vai nos apresentando várias nuances e cores.

Tudo tem um lado e fica evidente como é difícil para nós julgarmos os outros, pois nunca temos o panorama do todo, nossa visão é sempre limitada.

Não poderei me alongar mais que isso, sem correr o risco de dar spoilers.

Mas, deixo a dica desse livro excelente, que te trará muitos questionamentos.

Me siga no instagram! Lá eu coloco o que já li, ou estou lendo! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Contato para parceria: juliane.segursky@gmail.com

Celeste Ng

Celeste Ng é uma autora norte-americana, filha de imigrantes vindos de Hong Kong. Ela viveu em Shaker Heights, por isso fala com tanta propriedade do local. Seu primeiro romance foi: “Everything I Never Told You”, considerado o livro do Ano da Amazon em 2014, e seu conto, “Girls at Play”, ganhou o prêmio Pushcart em 2012.

 

9 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s