Resenha filme: A Bruxa – Robert Eggers

A Bruxa é um filme de terror que se passa na Nova Inglaterra (atual Estados Unidos), no século XVII.

A narrativa versa sobre uma família de puritanos excomungados por heresia de sua igreja e comunidade de origem.

William é o marido de Katherine e pai de 5 filhos: Tomasin, Caleb, os gêmeos Mercy e Jonas e o bebê Samuel.

Quando foram expulsos da comunidade, a família migrou para uma região de floresta para fundar uma nova aldeia.

The-witch-movie-review
Willian e a família migram para fundar uma nova aldeia.

Ao chegarem no local, eles fazem uma oração para iniciarem a nova vida. No entanto, as coisas não saem como imaginaram.

Tomasin está brincando com o bebê perto da floresta, quando ele desaparece. Aliado a isso, uma praga atinge a colheita de milho, William e Caleb são obrigados a irem até a floresta caçar a própria comida.

Robert Eggers trabalhou muito bem o imaginário em relação ao medo do europeu, que consistia no temor da mulher e a feitiçaria, o diabo, fantasmas e a floresta.

 

the-witch
No imaginário europeu a floresta é o local onde se esconde o mal.

Os personagens insistem que nas florestas habitam o mal, pois eram nelas que se davam os cultos pagãos proibidos pela Igreja. 
A figura do bode é a personificação do satanás, o animal é praticamente cultuado pelos gêmeos Mercy e Jonas.

 

800px-GOYA_-_El_aquelarre_(Museo_Lázaro_Galdiano,_Madrid,_1797-98)
Francisco Goya. El Aquelarre ou Bruxa Sabá, 1798.

Segundo o historiador Jean Delumeau o europeu acreditava que as bruxas podiam fazer morrer o gado por meio de pós, gorduras, olhadelas ou palavras. As mulheres com esse conhecimento podiam incitar o demônio em forma de lobo para entrar nos rebanhos e devorar os animais.

witch-goat
Robert Eggers trabalhou muito bem os medos contidos no imaginário ocidental.

“Do mesmo modo que o judeu, a mulher foi então identificada como um perigoso agente de Satã; e não apenas por homens da Igreja, mas igualmente por juízes leigos.” História do medo no Ocidente, Jean Delumeau.

Dentro desses aspectos, a narrativa foi muito bem trabalhada, visto que foi identificado os medos no inconsciente coletivo.
A fotografia, a edição e a caracterização dos personagens foram muito bem feitos.
A partir daqui eu deixarei a história com vocês!!!

Me siga no instagram!! Lá eu posto tudo que li ou estou lendo! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

 

Anúncios

3 comentários

  1. Gostei desse filme. Além de todo o suspense e terror, achei interessante esse ‘imaginário’ ter relação com a figura da mulher. Normalmente os entes mal assombrados são mulheres, como nesse caso, bruxas.
    Um adendo: belíssimo quadro postado.
    Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s