Resenha filme: Uma Mulher Alta – Kantemir Balagov

“Uma Mulher Alta” é um filme russo, que nos conta a história baseada em fatos, de duas jovens soviéticas de Leningrado, que lutaram na Segunda Guerra Mundial.

No primeiro momento conhecemos Lya, uma moça que nos chama muita atenção pela aparência e pela altura.

Apesar da União Soviética ter vencido a guerra, o país estava em frangalhos. Nas primeiras cenas, vemos o médico chefe oferecendo a comida de uma pessoa que morreu para Lya.

Beanpole6-800x533
Leningrado ficou em um cerco por 5 anos sem entrar nenhum alimento para a população.

Também a vemos cuidando de seu filho, que tem por volta de 2 anos e o levando para o hospital, onde ele brinca com os soldados que estavam se recuperando.

Em um momento, alguns militares começam a imitar um cachorro para o menino reconhecer, outro personagem diz: “Como ele vai identificar um cachorro? Não há cachorros aqui, nós comemos todos.”

Uma-Mulher-Alta.jpg-4
Lya com Pascha. O menino não conhecia cachorros.

Em outra cena, acompanhamos a melhor amiga de Lya chegando da guerra, Masha entra no quarto fardada e cheia de medalhas.

Nesse momento entendemos novamente a precariedade das condições da União Soviética, pois o sargento ordena que Masha leve, ou seja, roube uma bicicleta de Berlim, mas ela prefere levar brinquedos e um sutiã.

As duas decidem sair para dançar e encontram dois rapazes dentro de um carro, chique para o local e para a época.

Masha quer de toda maneira reconstruir sua vida, ter uma família, na verdade, ela não tem mais ninguém e mais nada a que se apegar na vida e vê em um desses rapazes uma oportunidade.

uma-mulher-alta-11-12-19
Lya e Masha tem um pacto. As cenas normalmente são escuras, com um pouco de luz nas personagens.

No entanto, a personagem e Lya fazem um pacto, com um alto custo para a última, esse acordo implica em todas as relações delas.

Em uma cena, Masha irá conhecer a família do rapaz e vemos ali o preconceito em relação as mulheres soviéticas que foram para a guerra. Não era fácil para elas reconstruírem suas vidas.

Também, fica muito evidente que havia uma elite na URSS, que pouco sofreu com a guerra.

A família do rapaz vivia em uma grande mansão e tinha um cachorro da raça borsoy, parecia que tanto a Revolução Bolchevique, quanto a Segunda Guerra Mundial não tinham afetado aquelas pessoas.

No filme não aparece de onde é essa elite soviética, se faz parte da antiga nobreza ou se é do Comitê Central do Partido Comunista.

No decorrer do filme aparece como Lya e Masha estavam com o psicológico destroçado, com neuroses de guerra, que pelo que pude observar não foi oferecido nenhum tratamento por parte do governo. Havia coisas mais “urgentes” como por exemplo comida.

Não posso falar mais sobre o filme sem incorrer em algum spoiler.

“Uma Mulher Alta” também se baseou na obra “A Guerra Não Tem Rosto de Mulher” de Svetlana Alexijevich.

Me siga no instagram!! Lá eu posto todos os dias, sobre os temas: Segunda Guerra Mundial, Nazismo e Holocausto: https://www.instagram.com/oroscojuliane/

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s