O Partido Nazista e as sociedades secretas

A Sociedade Thule foi uma sociedade secreta ocultista de Munique, fundada por Rudolf Freiherr von Sebottendorff.

Essa organização patrocinou o Deutsche Arbeiterpartei (DAP), que posteriormente foi transformado por Hitler no Partido Nazista.

A Sociedade Thule exigia que cada candidato à filiação jurasse que nenhum sangue judeu corria por suas veias e de sua esposa, caso fosse casado.
Depois de atender esses requisitos, os admitidos eram expostos a uma retórica do fundador.

A visões de Sebottendorff eram apocalípticas na época da derrota do Exército Alemão, em novembro de 1918.

Ele proclamava que a partir daquele momento os judeus estavam no comando do país, por isso os alemães seriam destruídos.

A suástica era o símbolo dessa Sociedade, os nazistas se apropriaram do símbolo antigo para representá-los.

A suástica ou cruz suástica é um símbolo místico encontrado em muitas culturas e religiões em tempos diferentes, dos índios hopi aos astecas, dos celtas aos budistas, dos gregos aos hindus, sendo encontrados registros de 5 mil anos atrás.

suastica budista
Suástica budista

 

Alguns autores acreditam que a suástica tem um valor especial por ser encontrada em muitas culturas sem contatos umas com as outras. Os símbolos a que chamamos suástica possuem detalhes gráficos bastante distintos.

Um membro destacado da Sociedade Thule era um dramaturgo alcoólatra na faixa de 50 anos chamado Diettrich Eckart, uma pessoa que tinha muita influência sobre Adolf Hitler, um dos responsáveis pelo futuro chanceler nazista ter se tornado o que foi.

Eckart era um antissemita convicto, filiado a um pequeno grupo político de Munique, chamado Partido dos Trabalhadores Alemães, ligado à Sociedade Thule, foi por meio dessa associação que ele e Hitler vieram a criar um vínculo especial.

A Vril era um círculo interno dentro da Sociedade Thule, que se dedicava a estudar e propagar os escritos de Louis Jacolliot.

vril
A Vril achava que cabelos compridos serviam como antenas psíquicas.

Esse autor influenciou profundamente vários ocultistas, incluindo Helena Blavatsky, bastante conhecida pela ala mística do Partido Nazista.

Nos livros de Jacolliot constam que no início as “raças” semíticas (judeus, principalmente) eram iguais as outras, porém elas foram as responsáveis por degenerarem a raça humana se misturando.

A Sociedade Vril acreditava que no norte da Europa havia uma “raça” de gigantes, que eram seres superiores chamados Thule, que possuíam uma energia chamada vril.

Quem descobrisse uma forma de utilizar essa energia adquiriria poderes sobrenaturais.
Era muito comum nessas sociedades a tentativa de comunicação com espíritos, no caso da Vril eles tentavam comunicação com espíritos que habitavam o centro da Terra.

Segundo eles, essas entidades ditavam para eles tudo que era para eles fazerem. Não sabemos se eles acreditavam que a Solução Final foi uma ordem desses espíritos. Himmler era o principal membro do Partido Nazista adepto de práticas ocultistas.

Referências: Laurence Rees. O Holocausto Uma Nova História. William A. Hinson. CASTLE WERFENSTEIN AND THE WONDER WOMEN OF VRIL: Maria Orsic and the Beings of Light (English Edition)

Se você tem interesse sobre a Segunda Guerra Mundial, Nazismo e Holocausto, me siga no instagram!!! https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s