Resumão: Tráfico de Mulheres.

O tráfico de mulheres para fins de exploração sexual é uma das indústrias mais lucrativa do mundo.

Segundo os dados do Escritório das Nações Unidas para as Drogas e o Crime, 80% das vítimas do tráfico humano são mulheres e meninas.

Países de origem são os locais onde o tráfico acontece , depois de cooptadas as mulheres são levadas para um país de trânsito e posteriormente ao destino.

O Brasil funciona como país de origem e de destino.
A China é o destino da maioria das brasileiras cooptadas para exploração sexual, além de Portugal, Espanha e França.

No contexto mexicano há o envolvimento dos cartéis de drogas no sequestro e vendas das mulheres. O principal destino é os Estados Unidos.

Na região de Chiapas as principais vítimas são mulheres e meninas centro -americanas.
A cidade de Tenancingo em Tlaxca é considerada a capital do tráfico sexual no mundo.

No caso da Colômbia e do Peru a maioria das mulheres traficadas são de regiões onde há mineração.
No contexto colombiano as principais vítimas do tráfico são as afro colombianas, indígenas, imigrantes venezuelanas e colombianas que vivem nas regiões das FARCS.

México, Brasil, Honduras, Guatemala, Colômbia e El Salvador estão na lista dos 20 países mais perigosos do mundo para as mulheres.

Me siga no instagram!!!

Cultura, Literatura e História da América Latina: https://www.instagram.com/juliane.orozco/

Nazismo e Holocausto: https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Conheça o canal “Sobrevivendo na Turquia”, a Danny orienta mulheres a não caírem em golpes e tráficos de mulheres.

2 comentários

  1. muito triste saber que esse tipo de coisa ainda existe no mundo,a estupidez do ser humano é absurda ! Juliane me tira uma dúvida: se o atual governo brasileiro de direita (seu Jair e companhia) é simpatizante do fascismo como eles tem a cara de pau de usar a bandeira de Israel nas manifestações que eles organizam ? sendo que o nacional socialismo era pautado no anti semitismo ? e ainda usam uma bandeira da Ucrânia simbolo do extremismo deles, e o governo israelense que não toma atitude nem se posiciona sobre estranho né ? os caras que admiram Mussolini e tio Adolf também veneram a bandeira de Israel vai entender..

    Curtir

    • Pois é, eu acho que os judeus estão sendo usados desde o início. Tanto para legitimar um presidente racista, quanto para atrair parte dos evangélicos que veem no Israel de hoje o Israel bíblico. A embaixada israelense e a CONIB emitiram nota de repúdio, mas eu acho isso muito pouco. O problema é que “os judeus” não existem, mas existem indivíduos judeus, que tem várias ideologias, alguns apoiam o Bolsonaro por acreditarem que ele apoia Israel, ideia bem questionável. O Brasil tem problemas seríssimos internos, para se colocar para resolver os problemas complexos do Oriente Médio, ou fazer transferências de embaixadas como o Bolsonaro prometeu.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s