Resumão: Tráfico de Órgãos.

O tráfico de pessoas é o terceiro mais rentável do mundo, depois do tráfico de drogas e de armas.

Há uma escassez mundial de órgãos disponíveis para transplante,o comércio de órgãos humanos é ilegal na maior parte do mundo, exceto em certos países como o Irã e China, onde o comércio de rins é legal.

No entanto, a partir de 1999, a quantidade de operação de transplantes de órgãos na China começou a crescer.

Porém, o número de órgãos disponíveis tornou-se muito maior do que o número de doações. Sites de hospitais chineses anunciam órgãos disponíveis para transplante em apenas algumas semanas ou dias.

Com as barreiras culturais à violação de corpos, como podemos explicar o aumento da quantidade de órgãos disponíveis?

O tráfico de órgãos não é lenda urbana.

A América Latina tem sido a terceira maior fonte de tráfico do mundo, depois do Sul e Sudeste asiático, sendo o Brasil, Colômbia, República Dominicana e Equador os países de maior fluxo.

São Paulo, Amazonas e Rio de Janeiro são os campeões de número de pessoas traficadas dentro do Brasil.

Quando milionários necessitam de qualquer órgão eles pagam milhões por um órgão no mercado ilegal.

Os fornecedores são quase sempre sequestrados, também há pessoas muito pobres que são convencidas a venderem seus rins.

Segundo Andrea Ramaoli Garcia, embaixadora da ONU, as formas de aliciamento são diversas.

O valor de uma mulher no mercado ilegal de prostituição, escravidão e tráfico de órgãos é de R$47.000,00

Uma mulher vale no mercado 47 mil reais, se ela tiver filhos pequenos melhor, pois assim o traficante consegue vende-la, junto com as crianças lucrando muito.

Isso não é o que ela vai render, mas é o que ela vale na venda, a renda dará muito mais dinheiro.

Se a mulher não tiver o perfil para a prostituição, ela pode ser destinada para a retirada e venda de órgãos e assim os traficantes lucram muito.

“Cada vez que você mulher abrir uma câmera para um desconhecido, lembre-se você vale 47 mil reais no tráfico de pessoas.” Andrea Ramaoli Garcia, embaixadora da ONU.

O aliciador pode ser homem ou mulher. Eles procuram normalmente nas redes sociais mulheres que demonstram fragilidades, como desemprego ou depressão.

Se a pessoa mostra fotos dela com filhos pequenos, ela se torna bem mais atrativa para o tráfico.

Depois que meninos e meninas se tornam “velhas” para pedofilia, eles são destinados a venda de órgãos.

Pessoas desaparecem todos os dias em aeroportos do mundo inteiro.

Caso Pavesi: https://br.sputniknews.com/brasil/2019021413313545-caso-pavesi-menino-morto-2000-internautas-greve-fome/

https://www.dw.com/pt-br/pol%C3%ADcia-brit%C3%A2nica-diz-que-39-corpos-encontrados-em-caminh%C3%A3o-eram-de-chineses/a-50968674

Me siga no instagram!

Cultura, Literatura e História Latino-americana: https://www.instagram.com/juliane.orozco/

Nazismo e Holocausto: https://www.instagram.com/oroscojuliane/

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s