Resenha livro: Vinte Cartas a um Amigo (Memórias da filha do Stálin) – Svetlana Alliluyeva

Svetlana Alliluyeva nasceu Svetlana Iósifovna Stálina (Moscou, 1926 – Richland, Wisconsin, 2011) e foi a filha mais nova do homem mais temido da União Soviética e um dos mais temidos do mundo.

Em “Vinte Cartas a Um Amigo”, ela conta a sua história.

Svetlana não teve uma vida fácil, pois perdeu a mãe, que se suicidou, quando ela tinha 6 anos de idade. No livro, ela não deixa de responsabilizar seu genitor por isso, qualificando-o como mal marido e mal pai.

Stálin, de acordo com sua filha, era uma pessoa distante, austera e confiava em poucos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Svetlana pouco via o pai, pois ele vivia cercado por generais, discutindo estratégias de guerra.

O ditador soviético odiava os dois filhos mais velhos:  Yaakov era o filho mais velho do primeiro casamento do pai.

Foto de Yaakov utilizada na propanga nazista.

Ele caiu em maior desgraça, quando se casou com Julia, uma moça judia. Stálin também odiava Vassily, filho do segundo casamento.

Quando o primogênito foi capturado pelos alemães e deportado para um campo de concentração (onde posteriormente faleceu), os nazistas queriam trocá-lo por prisioneiros de guerra.

Stálin não permitiu nenhuma troca, mesmo os generais aconselhando-o a proceder diferente. Yaakov passou a ser utilizado em propagandas nazistas, onde aparecia sujo e magro.

O líder soviético ainda mandou prender a nora, pois os parentes dos capturados eram presos. Quem sobrevivesse aos campos de concentração nazistas não poderiam voltar para a URSS, pois eram acusados de traição.

Vassily era o segundo filho e era odiado pelo pai. Considerado fraco e ineficiente, tinha uma personalidade ansiosa em agradar o pai e nunca conseguiu terminando um alcóolatra.

 Svetlana era a filha de ouro de Stálin. Era quem aparecia nas propagandas ao lado do pai, a fim de humanizá-lo perante as pessoas. A menina era a única a quem o ditador tratava bem.

Posteriormente, ela também caiu em desgraça, em vou contar mais para frente.

Ela nos conta que a mente do pai era dominada por Lavrenty Beria, chefe da NKVD (futura KGB).

Stálin com Svetlana. A menina era a filha de ouro do pai, posteriormente desprezada e esquecida.

Beria era a segunda pessoa mais temida da URSS, depois do próprio Stálin. Estuprador e pedófilo andava pelas ruas escolhendo suas vítimas, que eram capturadas pelos seus capangas, levadas para o seu escritório e no outro dia, a vítima recebia flores para dizer que foi consentido.

Svetlana não nos conta isso, mas consta que ele tentou abusar dela, quando criança. Um dia, o chefe da NKVD mandou seus agentes buscá-la em casa e levá-la ao seu escritório.

Beria com Svetlana no colo e Stálin atrás.

Stálin descobriu e mandou seus guardas costas retirarem a menina de lá.

Beria foi o responsável pelos expurgos, obtendo confissões a partir de tortura. Nem a família da esposa do ditador soviético saiu ilesa, pois duas tias de Svetlana foram condenadas a morte por traição.

Svetlana não tinha um minuto de paz e nem de privacidade. Era seguida por agentes da KGV, não tinha móveis no quarto a não ser uma cama e uma escrivaninha, seu diário era lido e seus cadernos vistos.

O chefe da NKVD tinha olhos dentro da casa de Stálin. A jovem nos conta que uma das suas professoras mal sabia russo, estava ali simplesmente para espioná-la.

Até chegar o dia da jovem cair em desgraça com seu pai, por se apaixonar por um judeu.

Stálin era antissemita, no entanto, sua visão era diferente da de Hitler, que queria eliminar os judeus do mundo, por considerá-los “raça inferior.”

O ditador soviético tinha problemas com a religião judaica, recordando que a URSS fazia culto à personalidade do líder, então uma fé que não se dobra facilmente passa a ser um problema.

Lembrando que ele também chegou a proibir a Igreja Católica Ortodoxa por um período. Também, Stálin tinha problemas com o sionismo e a lealdade para com Israel em detrimento da URSS.

Svetlana jovem.

Por conta do namoro com um judeu, o ditador soviético cortou relações com a filha e mandou o namorado para um Gulag (prisão soviética).

Svetlana posteriormente se casa com outro rapaz judeu. Stálin não proíbe, com a condição de que o genro nunca aparecesse em sua frente.

“Foram os sionistas que te envolveram com o teu primeiro maridinho” – disse-me papai, mais tarde.

Mas papai, para a juventude isto não faz a menor diferença. Que sionismo qual nada! – tentava eu argumentar.

“Não! Tu não compreendes!” – respondeu ríspido. “A geração mais velha está toda contagiada pelo sionismo, e eles ensinam a juventude…” Era inútil discutir.”

Svetlana nos conta também a respeito de figuras, como o “general” Vlássik, guarda costas de Stálin, que mal sabia russo, reunia os mais famosos artistas do país para ditar-lhes como escrever, pintar ou produzir teatro.

Também sobre o “astuto camponês” Nikita Khruschev, que exibia as mãos cheias de trigo, para o chefe ver como “a terra da Ucrânia era rica”, enquanto a população ucraniana passava fome, devido a coletivização forçada do campo, ao todo mais de 3 milhões de pessoas morreram de inanição nesse período.

Em 1970, Svetlana causou furor ao decidir morar nos Estados Unidos, onde faleceu em 2011.

Stálin, como falou Trotski, encontra-se na “lata de lixo da história”.

Me siga no Instagram!

Segunda Guerra Mundial, Nazismo e Holocausto: https://www.instagram.com/oroscojuliane/

Arte, Literatura, Cultura: https://www.instagram.com/juliane.orozco/

Referências: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/historia-yakov-dzhugashvili-o-filho-de-stalin-que-teria-se-rendido-aos-nazistas.phtml

https://www.independent.co.uk/news/world/europe/joseph-stalin-s-hated-son-surrendered-to-the-nazis-archives-reveal-8498745.html

2 comentários

Deixe uma resposta para Juliane Orosco Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s