Resenha livro: No Exílio – Elisa Lispector

No Exílio foi o primeiro livro que terminei da maratona literária, foi a literatura escolhida para representar um autor (a) brasileiro (a). Posso dizer, que devorei a obra, li em 3 dias, intercalando com Ripper da Isabel Allende. A escrita de Elisa Lispector é bem diferente da de sua irmã Clarice Lispector. Clarice trabalha com…

Resenha livro: Angústia – Graciliano Ramos

Angústia foi o romance sobre o qual, com o passar dos anos, as opiniões dos críticos literários mais variaram, alguns elogiaram muito e outros criticaram. Porém, foi considerado o romance mais importante da década de 30, por escritores do gabarito de Mário de Andrade. Quem está acostumado com o Graciliano Ramos de Vidas Secas e…

Resenha livro: Macunaíma – Mário de Andrade

“No fundo do mato-virgem nasceu Macunaíma, herói da nossa gente….” Macunaíma é a obra que expressa melhor os objetivos dos artistas Modernistas. Eles pretendiam equiparar a cultura brasileira às outras de prestígio. O Movimento Antropofágico acreditava que deveríamos aproveitar as qualidades de outras culturas e transformá-las em algo verdadeiramente nacional, daí a metáfora da antropofagia.…

Resenha crônica: Gaetaninho – Alcântara Machado

“Gaetaninho” faz parte de uma série de crônicas, que está no livro Brás, Bexiga e Barra Funda, que foi publicada entre 1920 e 1945. Um período caracterizado pela contestação de modelos literários europeus. Alcântara Machado começa o prefácio afirmando: “Durante muito tempo a nacionalidade viveu da mescla de três raças que os poetas xingaram de tristes:…